Welcome Japan!

No início deste mês, o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida, enquanto discursava em Londres, prometeu sua intenção de começar a abrir as fronteiras do Japão neste verão, com o objetivo final de tornar a entrada no Japão para viajantes estrangeiros tão suave quanto outras nações do G7. Na terça-feira, o ministro da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, Tetsuo Saito, fez um anúncio ainda mais dramático: que o Japão aceitará turistas estrangeiros antes do final de maio.

Saito discutiu o plano, enquanto falava com a mídia, após uma reunião do gabinete em Tóquio. No entanto, o país ainda não está pronto para abrir totalmente suas fronteiras, e os viajantes terão que cumprir algumas condições. Primeiro, os turistas que chegarem ao Japão, precisarão ter duas doses da vacina contra o coronavírus, a inicial e sua dose de reforço. Serão permitidos viajantes de quatro países, por enquanto, sendo eles: EUA, Austrália, Cingapura e Tailândia, selecionados devido à contenção doméstica de infecções variantes de coronavírus.

A condição mais restritiva é que os viajantes devem viajar, como parte de pequenos grupos de turismo, administrados pela Agência de Turismo do Japão, parte integrante do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo e o grupo comercial da Associação Japonesa de Agentes de Viagens . “Ao reabrir o Japão ao turismo ao exterior, é necessário considerar, como promover um senso de compreensão e paz de espírito”, disse Saito. Ele não detalhou quanto, se houver, a livre circulação será permitida nos itinerários, ou como os participantes serão monitorados para garantir seu cumprimento.

No mesmo dia dos comentários do ministro, Tóquio divulgou suas estatísticas semanais de coronavírus, com 3.663 novas infecções confirmadas, uma queda de 800 em relação à semana anterior e nove mortes confirmadas. Vale ressaltar que esse formato inicial, está sendo usado como um sistema de teste, para avaliar a segurança da saúde e a viabilidade de reiniciar o turismo de entrada no Japão, e os resultados serão examinados, como parte do processo de elaboração dos protocolos de entrada mais relaxados, que Kishida espera implementar neste verão.

Fonte: NHK News Web ( 1 , 2 )

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário