Turismo receptivo ajudando o iene fraco

Embora a queda do iene em relação ao dólar americano, esteja acumulando custos extras para empresas e famílias japonesas, uma indústria que está pronta para aproveitar o brilho de uma taxa de câmbio historicamente baixa: o turismo. Os economistas acreditam que o turismo receptivo poderá desempenhar um papel importante ajudando o iene fraco.

No mês passado, Kishida disse que o Japão vai “aproveitar o iene fraco” facilitando os controles de fronteira e aceitando mais turistas estrangeiros. Embora os economistas não prevejam, que o turismo chegue perto de apagar as enormes perdas do iene nos últimos meses, eles prevêem que terá um impacto positivo. Reviver o turismo internacional também está entre as únicas ações significativas, que o governo pode tomar para desacelerar a desvalorização do iene, disseram eles.

Antes da pandemia, o Japão registrava um consumo anual de cerca de ¥ 4,8 trilhões por viajantes internacionais. Se o número de turistas de entrada se recuperar a esse nível, isso pode ajudar a aumentar a taxa do iene em pouco mais de ¥ 3. O Japão aliviou as restrições de fronteira para turistas em junho, após mais de dois anos de restrições ao COVID-19. Como resultado, os turistas estrangeiros só voltaram, totalizando apenas 18.981 de junho a agosto, representando pouco mais de 3% do total de chegadas ao Japão,segundo dados divulgados pela Agência de Serviços de Imigração.

Não está claro exatamente como a retomada do turismo receptivo afetará a taxa do iene, mas “melhorar o equilíbrio das viagens por meio do turismo receptivo … pode frear a tendência unilateral do iene fraco”, disse Kentaro Matsuda, economista do Japan Research Institute, um think tank com sede em Tóquio.

A compra de dólares tem sido uma tendência dominante do mercado nos últimos meses, então “acho que o fato de (retomar o turismo receptivo) adicionará um fator para um iene mais forte aos mercados é grande”.

O valor do iene caiu mais de 20% este ano e caiu abaixo da linha principal de ¥ 140 no início deste mês, atingindo uma nova baixa de 24 anos.

O BOJ também realizará sua reunião de política nesta quarta e quinta-feira, mas os economistas prevêem que o banco central manterá as taxas de juros baixíssimas.

Fonte: The Japan Times

0Jp_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário