Após 3 anos do Covid no Japão

O governo japonês está considerando, em não pedir mais ao público, que use máscaras em ambientes fechados, a menos que apresente sintomas, disse uma fonte do governo no ultimo sábado, alterando drasticamente a prática diária anti-coronavírus do público.

A mudança de política foi lançada, enquanto o governo discute o rebaixamento do status legal do COVID-19, para o mesmo nível da gripe sazonal e no domingo marcou três anos desde que o Japão detectou sua primeira infecção por coronavírus.

A mudança de política nas regras de uso de máscara, pode ocorrer já nesta primavera em conjunto com o rebaixamento da classificação, disse a fonte. Alguns partidos políticos japoneses, têm aumentado os apelos para revisar a política do governo sobre o uso de máscaras. Incluindo uma forte pressão sobre a discrepância entre a política atual e a pretensão de se aumentar de viajantes que chegam.

Mas especialistas em doenças infecciosas e médicos continuam cautelosos sobre um relaxamento radical das regras de uso de máscaras, dizendo que é melhor colocá-las em locais lotados ou quando uma pessoa está ou suspeita de estar infectada com o coronavírus.

Nos Estados Unidos, a decisão sobre o uso de máscaras, leva em consideração fatores como, o número de pacientes hospitalizados, por exemplo. Alguns também dizem que a remoção das máscaras no Japão, como fizeram os Estados Unidos e os países europeus, pode levar a um aumento nas mortes por COVID, já que os idosos com 65 anos ou mais representam um grande segmento da população, quase 30%.

Fonte: KyodoNews

Intermediario_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário