Uso de banheiros nas lojas de conveniência

Por volta da meia-noite de 11 de abril, um gerente de loja de conveniência, na cidade de Nakama ( província de Fukuoka), disse que o que parecia ser uma gangue de motoqueiros se reuniu em frente à sua loja. Um após o outro, eles entraram na loja para usar o banheiro e, aparentemente, o gerente chegou à conclusão de que eles estavam ali apenas para fazer um pit stop, sem interesse em fazer compras. E essa permissão é facultativa à loja, ou seja o uso de banheiros nas lojas de conveniência, precisam da permissão para uso.

E o gerente decidiu parar de oferecer o uso do banheiro e trancou a porta. Quando uma integrante do grupo, encontrou a porta do banheiro trancada, ela ficou furiosa com o gerente, gritando “Apresse-se e deixe-me entrar no maldito banheiro!” e “Eu vou te matar!”.

Em vez de pegar a chave do banheiro, o gerente pegou o telefone e chamou a polícia. Quando os policiais chegaram ao local, a garota e demais integrantes do grupo, já haviam saído, mas as lojas de conveniência têm câmeras de segurança. Normalmente, eles estão lá como precaução contra ladrões de lojas e ladrões, mas são igualmente úteis para registrar evidências, contra pessoas gritando ameaças de morte. E os investigadores puderam usar o vídeo gravado para identificar a garota, que foi presa por tentativa de coerção forçada em 18 de abril, uma semana após o incidente. Além disso, o banheiro da loja foi danificado na época do rompante da garota, e a polícia está investigando se isso foi, ou não, um ato intencional de vandalismo.

O incidente serve como um lembrete de que, embora muitas lojas de conveniência no Japão tenham banheiros para uso dos clientes, esse acesso é concedido de forma voluntária. Não é incomum que lojas em bairros de bares, ou outras áreas com um número excessivo de pessoas andando, reservem seus banheiros apenas para funcionários, e se uma loja permite que você use o deles, as boas maneiras ditam que você deve comprar algo, mesmo se for apenas uma garrafa de água ou um pacote de chiclete. Ah, e também serve como um lembrete de que dizer que você vai matar alguém na frente das câmeras nunca é uma boa ideia.

Fonte: Yahoo! Japan News e FBS Fukuoka Hoso

Intermediario_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário