Turismo no Japão

A Agência de Turismo do Japão divulgou na terça-feira, diretrizes que definem o que as agências de viagens, guias de escolta e turistas serão obrigados a fazer, antes e durante a viagem. Os turistas precisam ser de um dos 98 países “azuis”, que o Japão categoriza como, de baixo risco ( o Brasil está entre eles). Se eles não cumprirem as restrições, eles não poderão continuar participando do passeio. O Japão está bem rigoroso com isso, então quando vier fazer turismo no Japão, o convite é fazer como os japoneses e se cuidar.

Os turistas precisarão tomar precauções básicas: usar máscaras, desinfetar as mãos e evitar, os espaços fechados, lugares lotados e ambientes de contato próximo. Eles também precisarão fazer um pré-registro nos serviços Visit Japan Web e Fast-Track , que permitirão que eles carreguem sua documentação de imigração e quarentena antes de viajar.

Embora os turistas sigam um itinerário durante o passeio, isso não significa que não terão tempo livre, disse o funcionário da agência. “Por isso, pedimos aos guias, que informem os turistas não apenas quando precisam usar máscaras, mas também quando podem retirá-las”, como durante atividades ao ar livre, como trakking e caminhadas em um local que não esteja lotado, disse o funcionário.

De acordo com o programa, as agências de viagens atuarão como anfitriãs dos turistas e garantirão que eles cumpram as restrições do COVID-19, procurem tratamento médico, caso um deles estiver infectado com o vírus e informem as autoridades de saúde pública.

Espera-se que, a retomada do turismo receptivo em pacotes turísticos, seja um trampolim para a retomada do turismo internacional sem restrições.

Fonte JPTimes

Intermediario_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário