Março teve mais terremotos desde 2012

O número de terremotos com magnitude superior a 4, ocorridos em março no Japão e arredores foi de 195 tremores, conforme Agência Meteorológica do Japão, informou na segunda-feira (11), o maior desde dezembro de 2012. Segundo o jornal Yomiuri, o aumento pode ser resultado do terremoto de magnitude 7,4, na costa de Fukushima em 16 de março, atingindo até 6+ graus (6 forte) de intensidade na escala japonesa, que vai até 7.

Em 2011, foram registrados 2.502 tremores com magnitude superior a 4 no Japão, quando ocorreu o forte terremoto de 9,0 na costa nordeste do país, resultado em um tsunami devastador, e no desastre nuclear de Fukushima. Kazuki Miyaoka, da Agência Meteorológica, disse que com certeza o número de terremotos foi alto em março, mas é difícil acreditar que haja alguma relação entre as regiões onde os abalos ocorreram com frequência. “Não estamos vivendo uma situação excepcional”, ressaltou.

Ocorrem tantos terremotos no Japão, pois o país é localizado em uma falha geológica, exatamente no local de encontro entre três placas tectônicas, que estão em constante colisão. Essa zona de convergência entre placas, é chamada de Círculo do Fogo do Oceano Pacífico, onde há grande atividade sísmica que causa terremotos, tsunamis e atividade vulcânica intensa na região.

Fonte: Brainly e Alternativa

  • Compartilhe esta postagem

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário