Japoneses prestam homenagem ao 27º aniversário do Grande Terremoto de Hanshin

Eventos realizados na província de Hyogo foram realizados na manhã de segunda-feira para marcar o 27º aniversário do Grande Terremoto de Hanshin.

O terremoto de magnitude 7,3 que ocorreu às 5h46 de 17 de janeiro de 1995, matou 6.434 pessoas na província de Hyogo e áreas vizinhas.

Antes do amanhecer de segunda-feira, 3.000 lanternas de bambu foram acesas e dispostas no formato dos números 1 e 17 (mês 1 e dia 17) e os caracteres kanji “忘れない” (Nunca esqueceremos), no Parque Higashi Yuenchi de Kobe, para homenagear as vítimas.

Centenas de pessoas se reuniram no parque às 5h46 para oferecer orações pelas vítimas.

O número de pessoas em eventos foi limitado devido à pandemia de coronavírus, enquanto outros eventos foram cancelados.

O terremoto de 1995 soterrou moradores em prédios ​​e viadutos de rodovias e trilhos de trem foram arrancados, enquanto incêndios assolavam casas de madeira desmoronadas e a fumaça escureceu o céu.

Grandes danos na área do porto, onde quase todos os 300 berços de embarque foram destruídos, deram um duro golpe na economia da cidade, provocando um êxodo populacional nos meses e anos seguintes.

Cerca de 40% dos atuais moradores de Kobe nasceram após o terremoto ou se mudaram para a cidade nos anos que se seguiram ao desastre, de acordo com autoridades municipais.

“Continuaremos a lidar com a questão de como transmitir experiências e lições do terremoto para a próxima geração sem perdê-las no tempo, pois o número de cidadãos que não passaram pelo desastre está aumentando”, disse o prefeito de Kobe, Kizo Hisamoto, de acordo com agências de notícias japonesas

  • Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário