Japão lança aplicativo de certificado de vacina COVID-19

O governo japonês lançou na segunda-feira um aplicativo para smartphone que permite que as pessoas exibam um comprovante de vacinação que pode ser usado para diversos fins, incluindo procedimentos de imigração.

O aplicativo, denominado Aplicativo de Certificado de Vacinação COVID-19 e disponível para iOS e Android, exibe informações como o número de doses que o usuário recebeu, as datas da inoculação e o fabricante da vacina, de acordo com a Agência.

Os governos municipais vêm emitindo certificados de vacinas em papel desde o verão, mas o aplicativo torna mais fácil para as pessoas obterem a certificação por meio do sistema de identificação nacional My Number, desde que tenham recebido o documento, disse um funcionário da agência.

Embora todos os cidadãos e residentes do Japão recebam números de identificação de 12 dígitos, os cartões devem ser solicitados separadamente.

Ao escanear seus cartões My Number com um smartphone, as pessoas podem obter informações no aplicativo sobre seu status de vacinação no Vaccination Record System, um sistema em nuvem criado pelo governo e usado por municípios para gerenciar dados sobre o status de vacinação dos residentes.

Para uso em viagens internacionais, os usuários precisam inserir dados adicionais do passaporte. As instruções do aplicativo são fornecidas apenas em japonês.

Além de usar os certificados digitais para inspeções de quarentena nos países de destino, a agência também está considerando o uso doméstico em um programa projetado para afrouxar as restrições relacionadas ao COVID sobre os vacinados.

Segundo o secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, o aplicativo “deve ser usado para reduzir os riscos de infecção na vida diária, bem como nas atividades econômicas e sociais”.

Em novembro, o governo delineou um “pacote de vacinas e testes” com o objetivo de flexibilizar as restrições para pessoas com prova de vacinação ou testes COVID-19 negativos, mesmo quando o país está em estado de emergência viral.

Segundo o plano, os locais de eventos de grande escala serão capazes de acomodar uma multidão completa, enquanto não haverá limite para o número de pessoas nos restaurantes, mesmo em caso de emergência, desde que as pessoas tenham sido vacinadas ou tenham resultado negativo no teste de COVID.

Pessoas que residem em municípios que não dão consentimento para a utilização de dados no sistema VRS não são elegíveis para o serviço de certificado digital. A relação dos municípios cujos residentes são elegíveis ao serviço está disponível no site da Agência Digital.

No entanto, o órgão alertou que alguns dados cadastrais de vacinação podem estar incorretos e convocou os usuários a buscarem as correções necessárias em seus municípios.

Cerca de 78% da população japonesa recebeu pelo menos duas doses de vacinas COVID-19. O governo começou a administrar vacinas de reforço para profissionais de saúde no início deste mês em meio a uma preocupação crescente com a variante Ômicron do coronavírus.

  • Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário