Fechamos às terças-feiras

Você sabe que existe um motivo especial para que os salões de beleza fechem às terças-feiras, no Japão? Semana passada dia 13 de dezembro foi celebrado o dia dos salões de beleza e a curiosidade sobre o funcionamento estava em alta nas conversas.

O fato curioso vem há muitos anos, depois da 2 Guerra Mundial, com a falta de energia elétrica. Naquela época, o forte dos salões eram os permanentes, chamados de “cabelos elétricos”. Eram feitos com hastes com eletrodos enrolados no cabelos, aquecidos com grande quantidade de energia elétrica para criar as tão desejadas ondas nos cabelos. Por volta de 1920, com uma drástica queda de energia, definiu-se que os salões teriam 1 dia de desligamento, e foi assim que as terças-feiras, foram eleitas como esse dia de folga.

O salão de beleza requer uma licença de cosmetologia, regulamentado pela Lei de Cosmetologia, com endosso do governador, e registro no centro de saúde pública local. A barbearia é uma instalação para cortar cabelos masculinos, barbear etc. A lei do barbeiro e da cosmetologia originalmente era uma unica lei. No entanto em 1957 foram separadas, sendo assim designadas Lei da Esteticista e Lei do Barbeiro.

Com a chegada da moda dos cabelos compridos para homens, foi comum a chegada deles, aos salões de beleza, bem como a adaptação dos barbeiros, aos novos serviços. E isso só mudou a partir de 2015, quando o Ministério de Saúde, Trabalho e Bem Estar finalmente suspendeu o regulamento, pois se tornou comum homens usarem salões de beleza, a medida que a geração avançava. Portanto, os cortes de cabelos masculinos em salões de beleza, bem como mulheres fazerem seu permancente em barbearias, foram oficialmente permitidos. No entanto, apenas os barbeiros podem fazer barba, raspar os rostos, independente do sexo.

Fonte: All About News

Sogei_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário