Vem aí a temporada de tufões

Quando o ciclone tropical atinge 119 km/h ou mais, ele passa a receber três nomenclaturas diferentes, dependendo da origem da tempestade. Se ela percorrer o noroeste do Oceano Pacífico — a exemplo do Japão —, é conhecida como tufão. Além da localização, cada um desses fenômenos tem a sua “temporada”, isto é, o período no qual as condições metereológicas são mais favoráveis para que aconteçam. No Japão, por exemplo, a temporada de tufões costuma ter início em maio, e terminar em outubro, com picos em agosto e setembro. Todos os anos cerca de 30 tufões ou tempestades acontecem em áreas específicas.

As regiões sul como Okinawa, são as mais afetadas, já a região norte como Hokkaido, é um local que permanece com a temperatura agradável, e sem ocorrências de tempestades nessa época do ano. Outro local com pouca incidência é Fukui (para consultar vagas de trabalho na região, acesse aqui) que devida sua condição de geográfica favorável, e a proximidade com Mar do Japão, sofre pouco com os tufões do Pacífico.

Informe-se sobre os tufões

A parte mais importante é se manter informado. Cada prefeitura tem uma forma de comunicação, mas temos informações em vários lugares, como no site Yahoo.jp, ou mesmo o twitter da Japan Safe Travel, da organização nacional de Turismo no Japão (JNTO), como fontes confiáveis e quase em tempo real. Ainda existe uma linha para turistas que funciona 24 horas por dia, anote: 050-3816-2787. Eles fornecem informações e assistência em caso de acidentes e emergências, em inglês, chinês, coreano e japonês.

Como agir ao saber que o tufão está próximo

Não saia! Melhor permanecer em local com janelas e portas fechadas até que a tempestade passe.
Tenha um kit de emergência em casa, com comida não perecível, garrafas de água, kit de primeiro socorros, lanterna, baterias extras e muda de roupa limpa, bem como um cobertor térmico. Em casa, se não tiver como fechar as janelas, tenha fitas adesivas propriadas, e cole em formato de X para que evite estilhaços. Não use fogão, armazene água na medida do possível, evite usar veículos automotores, e reconfirme o percurso e o local da área de refúgio.

Durante o tufão evite ficar próximo das janelas, durma com roupas que possa sair de casa com ela, deixe seu kit em fácil acesso, não saia para tirar fotos da tempestade. Mantenha-se atualizado dos avisos, afaste-se de fios de eletricidade que tenham sido derrubados.

Quer deixar uma mensagem?

Quando ocorre um terremoto ou outro tipo de desastre natural, as pessoas podem recorrer ao 171 para deixar recados a familiares e amigos, já que nesses situações os celulares podem não funcionar ou ficar congestionados. Para gravar uma mensagem: ligue para 171, aperte a tecla 1, depois seu número de telefone e deixe uma mensagem, dizendo que está bem ou combinando um local para encontro após o desastre. Para checar se alguém deixou algum recado, basta ligar para o 171, digitar 2 e depois o número de telefone da pessoa. Se ela tiver gravado alguma mensagem, será possível ouvi-la.

Vamos deixar aqui alguns apps que podem ser úteis

Hurricane Track & Outlook Pro (IOS)

Typhoon Tracker (Android)

Fontes: JapanTravel, Revista Galileu, Prefeitura de Toyokawa

Sogei_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário