O ōsoji, a faxina do ano

No Japão é costume fazer uma boa limpeza da casa no fim do ano, o ōsōji (大掃除). Para que a boa sorte tenha uma boa morada, seja em sua casa, como em seu ambiente de trabalho e escolas. De acordo com a tradição japonesa, o ultimo dia do ano deve ser reservado para essa minunciosa faxina. É aquela se separa não só roupas para doação, mas elimina papeis que não precisam ser guardados, abrindo espaço para o próximo ano.

Normalmente deve-se começar de dos cômodos mais distantes da porta de saída, ou seja da parte mais interior e ir levando toda a sujeiro para fora da casa. Portas, vidros, banheiros, pisos e armários, nem um cantinho pode escapar.Itens velhos e quebrados, que precisam ser substituídos também precisarão sair de casa. Para a passagem de ano, o lixo tem que estar do lado de fora. Não tenha nada acumulado em desuso, ou que deva ser descartado dentro de casa. De acordo as crenças xintoístas, cada ser possui uma alma, um espírito – até mesmo os inanimados. Se o objeto não está cumprindo sua função e fica encostado no fundo da gaveta, sua energia fica parada. No folclore japonês, existem até personagens que alertam para este tipo de desperdício: o kasa obake, também chamado de karakasa, é um guarda-chuva que se transforma num monstro após passar 100 anos sem uso.

A origem da crença

A importância da limpeza na cultura japonesa tem origens no xintoísmo, uma das bases religiosas do país. Rituais de purificação estão sempre associados à limpeza tanto da mente, quanto do corpo e do ambiente. Para afastar a má sorte, limpe os batentes e portas, dos dois lados, com água e sal grosso. Tem pessoas que gostam de acender incensos, ou ainda água benta nos quatro cantos da casa. Essa grande faxina prepara a casa para receber os Toshigami ( as divindades), que trazem sorte e boas energias para o ano novo.

Para nós brasileiros, a limpeza também traz essa sensação de renovação, com ênfase em dexá-la ainda mais confortável e atraente para boa sorte.Inclusive com a troca de lençois (roupa de cama). Flores amarelas e bons aromatizadores de ambiente também dão seu toque especial ao ambiente para que a meia noite, passr com o pé direito seja o primeiro passo para um ano de 2023 fantástico.

Fonte: Metropoles, Peach no Japão e Alternativa

Diurno_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário