Monarquia: Rei ou Imperador?

Mesmo sendo monarquias, tanto no Japão quanto no Reino Unido, os títulos dos monarcas são diferentes. Com a morte da Rainha Isabel II, e a ascenção ao trono da monarquia inglesa, de seu filho, agora o Rei Charles III. O monarca no Japão não é Rei, e sim, Imperador, e vamos te contar o porquê.

Um pouco da história das monarquias?

Você sabia que o Japão é a monarquia mais antiga do mundo? Estima-se que já exista desde o ano 600a.C., quando o filho da Deusa do Sol (Amaterasu) tornou-se Imperador. Os governantes seguintes continuaram sendo considerados descendentes de Amaterasu.

Na Segunda Guerra Mundial o Imperador Hirohito – avô do atual Imperador Naruhito – renunciou a divindade ao fim da Segunda Guerra, quando o Japão se rendeu. A partir desse momento o Imperador passou a ter poderes limitados.

Já a Família Real Britânica é monarquia constitucional do Reino Unido e seus territórios ultramarinos. O título do monarca é “Rei” (para homem) ou “Rainha” (para mulher). A monarquia e sua família imediata realizam várias funções oficiais, cerimoniais , diplomáticas e representativas, além de convocar o Parlamento e dissolvê-lo.

Imagem do Instagram @theroyalfamily

Sistema político e as diferenças

O sistema político japonês é uma monarquia constitucional parlamentar em que o Imperador não possui poderes de gerência no governo. O Imperador é um símbolo do Estado e da unidade do povo, agindo como chefe de Estado apenas em ocasiões diplomáticas.

O poder está concentrado principalmente na figura do Primeiro-Ministro e de outro membros eleitos. As atividade do governo são divididas em legislativo, executivo e judiciário. Já no Reino Unido, o poder político é exercido pelo Parlamento, do qual o monarca é um componente não partidário, com a não codificada Constituição. O poder político é exercido pelas Câmara ( dos Lordes e a dos Comuns) e pelo Primeiro-Ministro. A monarquia é do tipo constitucional; o papel do monarca, limita-se a funções apartidárias, tais como a concessão de honrarias e nomeação do Primeiro-Ministro.

Um adendo aos juramentos de fidelidade dos eleitos, que são feitos para a Rainha/Rei e não para o Parlamento ou para a nação. O God Save the Queen (ou God Save the King) é o hino nacional britânico. Já no Japão, os eleitos fazem os juramentos nas repectivas cortes dos poderes, e para nação.

Fonte: Wikipedia

Imagens do Instagram @theroyalfamily e de Divulgação do Império Japonês.

Diurno_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário