Brasileiro preguiçoso, ‘jya nai’

O Brasil tem fama de um país de preguiçoso desde nossa colonização. O país representava no imaginário português, um lugar de oportunidades, um país imenso, com muitas riquezas naturais e fantástico potencial. Muitos portugueses, apesar de muitas vezes ignorantes e despreparados, acabaram prosperando no Brasil. E daí vem a idéia, de que os brasileiros não seriam capazes de explorar o potencial do próprio país. E que não conseguiam, porque pouco se dedicavam ao trabalho.

Temos muito argumentos controversos ao longo de todo potencial, que o povo explora e país domina. Mas por outros motivos, que não a preguiça, infelizmente ainda não deixamos a condição de país subdesenvolvido. Por envolver muitos angulos diferentes, vamos deixar esse pra depois.

Que tal uma atividade?

Mudaremos a conversa para outro lado, o da atividade física. A Universidade de Stanford, nos EUA, em 2017 publicou um estudo sobre mobilidade*, onde o país estava abaixo da média, que foi de 4.961 passos dados. Apontando que o Brasil ficou com a 40ª posição, dentre os 47 países participantes. A amostra analisada foi de 700mil pessoas, monitoradas com ajuda de um aplicativo. E o estudo mostrou várias adversidades, como quando havia desigualdade econômica no país, ou diferenças nas taxa de obesidade, bem como acredite, diferença entre os sexos.

Existe atualmente uma preocupação muito grande sobre a saúde física e mental, com a correria alimentando o stress do cotidiano, faz com que cada vez mais seja necessária a prática de exercicios físicos. Você sabia que a prática regular é capaz de melhorar circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico e ajuda a emagrecer? Além de ajudar a diminuir risco de doenças cardíacas, e também fortalecer os ossos, por exemplo.

Esses benefícios são sentidos depois de 1 mês de prática regular de alguma atividade física, que pode ser desde uma caminha, prática de yoga, futebol, correr e até mesmo dançar! Que tal juntar um grupo de amigos, que tenha esse mesmo objetivo para apoiar e incentivar um ao outro? O frio no Japão já está passando e é um excelente momento pra começar uma atividade física.

Brasileiro trabalhando no Japão é preguiçoso?

A contratação de um brasileiro é bem vinda pois é um povo trabalhador. “Pau pra toda obra” como um dito popular, mas a grande verdade, que por traz de toda essa disposição tem um objetivo maior, que é individual. Que faz cada um correr “do leão” ou alcançar “a tartaruga”, ou seja ter mais ou menos vontade.

Além da disposição, temos também uma alegria de viver, que já abordamos aqui antes, causa também estranheza ao japoneses, tão reservados. O ideal é chegar de mansinho, e com a convivência, esse nosso jeitinho ir cativando aos poucos. Até mesmo porque se a gente já chegar, chegando, o nosso “calor” assusta e muito!

Quanto ao trabalho, os japoneses sabem que podem contar com nossa garra. Principalmente quando juntamos ao objetivo de cada um, vantagens financeiras. É para trabalhar sorrindo! Então para não perder as chances atuais, confira aqui as vagas que temos para pessoas, que além da vontade de trabalhar quer mesmo é juntar um bom dinheiro.

Fonte *Para Estudo sobre Mobilidade, acesse https://www.nature.com/articles/nature23018.epdf

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário