Apartamento com pet

Existem vários tipos de problemas de aluguel, e entre eles, os problemas relacionados à “criação de animais de estimação” que estão aumentando recentemente. Existem contratos de aluguel diferentes, e para que seu pet possa viver tranquilamente, o locatário deve ser avisado, para que o apartamento possa realmente, ser apartamento com pet.

Contratos diferentes com previsão de custos de reparos diferentes

O contrato padrão é para reparos por desgaste normal, que seriam basicamente os desgastes de manchas de óleo, ventiladores, ar condicionados, sujeira nas paredes e até mesmo alcatrão de cigarro. Provavelmente existem muitos proprietários, que tiveram problemas com a limpeza, depois que o inquilino saiu do apartamento, sem limpá-lo devidamente. Contratualmente, o residente é obrigado disponibilizar o apartamento, no seu estado original ao desocupar o imóvel alugado. O valor acordado e as condições do aluguel, já são calculadas afim de prever os reparos por desgastes normais. Mas se houver algum desgaste fora do normal, esse deverá ser arcado pelo inquilino.

Quebra de contrato

Existe o cancelamento do contrato de locação, com base na violação do acordo especial de proibição de animais de estimação. Nos últimos anos, os animais de estimação se tornaram uma parte indispensável da vida humana. Por outro lado, não se pode esquecer que a ambiente pode ficar sujo com excrementos e pêlos de animais de estimação.

Além disso, outros moradores podem ficar incomodados com latidos, ruídos e odores. Portanto, se seu contrato possui uma cláusula, ou teor como “acordo especial sem animais de estimação”, é melhor ficar bem atento. Se o inquilino violar este acordo especial e manter um animal de estimação sem a permissão do proprietário, o contrato poderá ser cancelado, imediatamente ou conforme previsto em contrato. Ou ainda, conforme decisão judicial.

Ônus de quebra de contrato

Continuação...

Fonte News.Yahoo

Noturno_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário