Visto de Permanência pra Yonsei

Ontem, 6 de junho, as autoridades da Agência de Imigração no Japão, informaram que irão revisar o programa de trabalho para estrangeiros de quarta geração, descendentes de japoneses, e oferecer visto de residência permanente, desde que se cumpram alguns requisitos de idioma.

O programa atual, vigente desde 2018, destina a ajudar a desenvolver recursos humanos familiarizados com a cultura de seu país de origem e do Japão. Mas diante da baixa adesão entre os elegíveis (consulte condições atuais aqui na página oficial do Consulado Japonês no Brasil – visto de Yonsei), bem como apelos para facilitar as condições como idade máxima de entrada, e permanência no Japão, as condições serão revisadas.

Como está hoje:

De acordo com as disposições atuais, os yonsei que moram fora do Japão, com idade entre 18 e 30 anos, são elegíveis para trabalhar no Japão, com visto de atividades designadas. O período máximo de permanência é de 5 anos, não sendo permitido que a família venha junto. Atualmente deve-se cumprir alguns requisitos como comprovação de estudo e envolvimento do yonsei com a cultura japonesa, e certo grau de qualificação no teste de proficiência linguistica.

A revisão sugerida:

Os indivíduos de quarta geração, que vivem no Japão sob o visto, poderá atualizar para residente permanente, desde que tenha qualificação N2, no teste de proficiência linguística (JLPT). Outras mudanças como incluir os cônjuges e filhos no visto, para que morem com eles, está previsto. A flexibilização da idade de entrada no país, também está incluinda passando para a faixa dos 18 anos até 35 anos. A emissão do visto inicial, continuará sendo a mesma, sob o programa de conhecimento linguístico inicial, bem como cultural. Com essas mudanças a previsão é de atrair mais de 4mil pessoas por ano, principalmente do Brasil e Peru.

Fonte: PRTimes

Noturno_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário