Japão anuncia sanções à Rússia

O primeiro-ministro japonês Kishida Fumio anunciou sanções contra a Rússia por seu reconhecimento unilateral da independência de duas regiões no leste da Ucrânia.

Kishida se encontrou com repórteres na quarta-feira depois de discutir o assunto com seu chefe e vice-secretários-chefes de gabinete.

Kishida disse que o Japão suspenderá a emissão de vistos e congelará os bens de indivíduos ligados às regiões pró-Rússia, além de impor uma proibição ao comércio.

A emissão e circulação de novos títulos soberanos russos também serão proibidas no Japão.

O primeiro-ministro condenou as ações da Rússia, dizendo que infringem a soberania e a integridade territorial da Ucrânia e violam o direito internacional.

Ele instou a Rússia a retornar ao processo diplomático, acrescentando que o Japão continuará monitorando de perto a situação cada vez mais tensa.

Kishida também disse que seu governo fará o máximo para garantir a segurança do s cidadãos japoneses na Ucrânia.

O primeiro-ministro disse que, se a situação se deteriorar ainda mais, o Japão precisará considerar rapidamente medidas adicionais em coordenação com outras nações do Grupo dos Sete e a comunidade internacional.

Ele disse que seu governo se comunicará de perto e compartilhará informações com os Estados Unidos e a Europa.

  • Compartilhe esta postagem

Deixe um comentário