Vila habitada por bonecos

Você não leu errado, sim, existe no Japão uma vila habitada por bonecos de pano. A Vila de Nagoro fica na Ilha de Shikoku, na cidade de Tokushima, e se você estiver passando por ali é um passeio turístico bem curioso. O que antes era uma vila com 300 moradores, hoje abriga mais de 350 bonecos de pano nas mais diferentes posições e atividades rotineiras.

A origem

No começo dos anos 2000, a queda do número de habitantes, já era bastante aparente, e o vilarejo se parecia com uma cidade fantasma. A artesã Ayano Tsukumi ao retornar à sua cidade natal, depois de décadas vivendo em Osaka, sentiu a queda da população. E como os corvos estavam destruindo as plantações dela, ela confeccionou um espantalho e o vestiu com as roupas de seu pai. “Uma pessoa passou por ali, e por acreditar que era ele, o cumprimentou. A diversão começou aí”, contou em entrevista a Associated Press.

Um dos cenários construídos na Vila de Nagoro

Percebendo que o boneco poderia substituir a figura humana, Tsukumi teve a idéia de produzir mais bonecos em tamanhos reais para habitar a pequena vila, afastando a sensação de vazio. Cada boneco, atualmente mais de 350 representa um morador que já deixou a região ou faleceu. Em pouco tempo a Vila de Nagoro voltou a ser uma aldeia bastante habitada, porém com bonecos.

A criação dos bonecos

Tsukumi usa pedaços de madeira e jornais para a estrutura dos corpos, lãs para os cabelos e tecido elástico para o rosto. E em pouco tempo, os bonecos já tem expressões bem simpáticas para ocupar seu espaço na Vila. Escolas, estações de trem, lojas, casas e ruas, estão ocupados pelos habitantes de pano. Tsukumi defende a criação, por acreditar que ajudaram a cidade com o turismo da região, que cada vez mais, recebe mais visitantes. “Se não os tivesse criados, certamente as pessoas passariam direto por Nagoro”, comenta.

Utilidade

No Japão é bem comum encontrarmos espantalhos em meio as plantações, para afugentar os corvos e visitantes indesejados, mas na Vila, é uma exclusidade da Vila de nagoro. A artesão encontrou em seus bonecos, a maneira de espantar a solidão da pequena vila, e por mais bizarro que isso possa parecer, as criações dos bonecos de pano, fizeram dali, um lugar único.

Vamos deixar aqui o ponto da Vila para que possa conhecer, acesse aqui, depois comenta se você foi durante o dia, ou se ficou para um pernoite. O-o . Quem tem coragem?

Fonte Cademeuwiskey

Intermediario_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário