Tá suave, hoje sextou!

É inegável a quantidade de gírias que os brasileiros falam, seja pela diversidade do país, como as culturas e as relações com o consumo de conteúdos digitais. Pensando em toda amplitude do vocabulário, a Preply, plataforma online de idiomas, fez um estudo para entender quais são os termos mais usados pelos brasileiros.

A pesquisa em questão foi feita em abril deste ano, com base nas respostas de 1584 pessoas das cinco regiões do Brasil. E vamos então ao ranking dos top 5:

  • “sextou”, lidera com 74%;
  • “treta”, ficou em 2º colocado com 64%;
  • “zoeira” ficou empatado com “trocar idéia” com 62%,
  • “crush” ficou logo atrás em 5º lugar, com 60%.

Se formos partir para a separação por regiões, o primeiro lugar de cada região foi: “miudinho” na região Norte, que significa ser bem pequeno, “amarrado” na região nordeste e centro-oeste, refere-se a alguém mesquinho, “treta” na região sudeste, signifcando confusão ou briga, e “esgualepado” na região sul, refere-se a alguém ferido/machucado.

Usabilidade

Fato curioso é que mesmo metade das pessoas considerarem gírias irritantes, 41% delas usam jargões porque estão na moda e 26% pois é mais rápido se expressar.

Existe ainda o fato confesso de que tem gírias amadas, ou detestadas e as duas coisas ao mesmo tempo, como é o caso de “treta”, “crush”, “sextou” e “bater um rango”, que estão na liderança das girias amadas e odiadas ao mesmo tempo.

Já as que são usadas exaustivamente ou aquelas que não tem muito sentido, acabam caindo nas mais detestadas como “ranço”, “lacrou” e “abestado”.

E para se manter atualizado, as pessoas mantém o boca a boca, como principal fonte, especialmente entre amigos. Mas as redes sociais têm contribuído muito, especialmente TikTok, Instagram e Twitter.

E aqui no Japão? Qual a gíria que você mais escuta por aqui?

Fonte: MegaCurioso

Avancado_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário