Índice Big Mac, você conhece?

Essa semana o Mc Donalds no Japão anunciou o aumento dos preços, em cerca de 60% de seus itens do menu. O reajuste foi justificado com as altas dos custos dos ingredientes e da logística de importação. O aumento foi de ¥10 a ¥30 variando o impacto em seus produtos. E o índice Big Mac, você conhece?

O princípio da teoria é que o Big Mac é feito com os mesmos ingredientes, e quantidades de produtos em quase todos os lugares pesquisados. Esse índice foi criado em 1986, pelo The Economist (revista britânica) para explicar a paridade de poder de compra.

A complexidade do cálculo

Para comparar o poder de compra entre os países, é utilizado o preço médio do BigMac nos Estados Unidos. O mesmo é feito para outros países, que a revista estuda. O índice traz a comparação perante a moeda norte americana, e com isso, você consegue analisar se a moeda está depreciada ou não, nessa relação cambial. Para os economistas é simples:

Fórmula do Índice BigMac

Para as mortais

Esse dado é usado por pessoas comuns para se ter uma noção de custo de vida do país. Imagine a situação de um intercambista que está escolhendo o país que irá, ou mesmo um formando com curso técnico que pode escolher seu destino, calculando quantos bigmacs poderá comprar naquele país com o valor do salario mensal. Simples assim.

Continuação...

Noturno_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário