Chocolate pra você e pra mim

A indústria de alimentos no Japão, quer agradar a todos! São tantos sabores diferentes e tantas funcionalidades que um simples chocolate pode ter, que realmente você fica fácil, mesmo com gostos tão diferentes, achar um chocolate pra você.

Vamos começar falando do conhecido Kit Kat, que aqui fica – キットカット (Kitto katto). Chocolate da Nestlé criado em 1935 na Inglaterra, chegou no Japão em 2000 e já foram lançados tantos sabores, que dá inveja aos brasileiros, que só tem o sabor tradional mesmo. Temos desde sabores ligados as bebidas (chá, chá verde, chá tostado, chocolate), os frutados ( morango, uva, manga, maracujá, laranja, banana), os com sabor de sobremesa (iogurte, tiramissu, caramelo salgado, bolo de morango, torta de limão, pudim) e os inusitados (wasabi, kinako, azuki) e mais algumas outras variedades! Mas não são vendidos sempre, a maioria são sazonais distribuidos conforme preferências das regiões do Japão. E antes que você pense que isso é uma matéria é um publieditorial do Kit Kat, está enganado!

Chocolates funcionais japoneses

Gostoso e especial

Vamos abordar agora chocolates funcionais, que vão além do sabor. Temos chocolates com características para melhorar o trato digestivo, reduzir stress, cansaço dos olhos e até dedos gelados! Claro que as instruções são claras, ele não é um medicamento para tratamento, e sim um alimento funcional que traz em sua composição minerais, vitaminas que amenizam e ajudam o organismo a se fortalecer.

Por exemplo, para a redução do stress, a Glico na linha Gaba lançou ストレスを低減する(メンタルバランスチョコレート), adicionou ácido y-aminobutírico, que tem a função de reduzir o stress temporário e psicológico, como o de trabalho no escritório. A recomendação de consumo diário são de 5 peças/bit por dia (10g). Em duas versões amargo/bitter (ビター) na embalagem amarela, e o ao leite/Milk (ミルク) na embalagem vermelha.

Já para dedos gelados, a Glico tem na linha Libera, o アイサポート:目の疲労感を軽減する que reduz a frieza da ponta dos dedos. Este produto contém monoglucosil hesperidina, que tem função de normalizar o fluxo sanguínio periférico (pontas do dedo). A recomendação é comer no máximo um pacote de 40g por dia. Também na linha Libera, o スタイルフリーミルク:脂肪や糖の吸収を抑える, que reduz o cansaço dos olhos, neste produto foi adicionado astaxantina, que auxilia na função de ajuste do foco ocular. A dose recomendada é de meio pacote (20g) deste chocolate por dia.

Que tal chocolate gostoso e mais nutritivo?

Temos também os chocolates enriquecidos, como os da Bourbon, com a linha Cocoa Supli, カカオサプリ:鉄(Fe), que contém ferro heme em sua composição, que é bem absorvido pelo organismo. Tem sabor amargo (ビター) e bem crocante, a recomendação de consumo é de até 1 pacote por dia (47g). Também da Bourbon, na mesma linha Cacao Supli, tem o chocolate カカオサプリ:マルチビタミン, com sabor ao leite, enriquecido com vitamina E e B2, que juntas auxiliam no melhor funcionamento do organismo. A recomendação de consumo é de até 1 pacote por dia (47g).

A preocupação numa boa digestão acontece desde que somos crianças, tamanha sua importância. E sabendo disso a Morinaga trouxe dois produtos blindados com bactérias do leite. O たべるシールド乳酸菌チョコレート, é enriquecido com bactérias lácteas boas selecionadas, como as que já temos no trato digestivo. Em um pacote tem cerca de 100 milhões de bactérias lácteas. O de embalagem vermelha é sabor ao leite/ミルク e o de embalagem branca é sabor iogurte/ヨーグルト味.

Existem mais alguns chocolates com outras propriedades, como os cuidados com a beleza, e os que ajudam na dieta, como os que limitam a absorção de gorduras e açucares, e os que tem zero açucar, entre outros. Vale lembrar que não dá pra comer todos, todos os dias. Manter uma dieta equilibrada, com bom consumo de líquidos, atividade física e boas horas de sono, também fazem muito bem ao corpo.

Se você gosta deste universo de doce e bolos e busca vaga de emprego no setor de alimentos, clique aqui e acesse as vagas. Se você ficou interessado em mais algum produto, conta pra gente!

Fonte: Kurabeta.jp e Skdesu

Avancado_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário