O calor e a bateria do seu celular

Já há algumas décadas, as reclamações quanto ao calor mais intenso, se torna cada vez mais recorrente, e isso se deve ao aquecimento global. O que ninguém imagina é que isso também está afetando as baterias dos celulares. Vamos te contar alguns detalhes e dicas.

A bateria é formada por metais, inclusive, e o metal presente reage fisicamente, com o aumento da temperatura. Isso significa que a bateria sofre não só quando a temperatura do ambiente está muito quente, ams em ambientes muito quentes também como beira de fogão ou lareira, por exemplo. Essa reação física, com o aumento repentino da temperatura ambiente, promove a perda acelerada da carga. Mas o desgaste não é só na perda da carga, mas sim na deterioração da bateria.

Bateria não é pra sempre, mas…

Para quem não sabe, o tempo médio de vida útil de uma bateria é de mais ou menos cinco anos, mas a exposição ao calor ou ambientes com altas temperaturas podem reduzir o tempo do hardware. Com esse calor todo, a bateria pode durar dois anos ou até menos.

A partir de quantos graus devo me preocupar?

Segundo os testes conduzidos pelo jornal The Wall Street Journal, quando a temperatura ambiente estiver com 35º C, já começam os danos. Os teste foram feitos usando o iPhone 13 Pro e um Samsung Galaxy S23 Ultra. Os usuários de iPhone (e de alguns modelos com Android) podem receber notificações de aviso quando a temperatura ambiente atingir um limite perigoso para o celular, o que deve ser útil para os usuários se manterem alerta, embora este aviso não esteja presente na grande maioria de celulares de outras marcas. E iniciar o processo de resfriamento imediatamente.

O teste conduzido pelo jornal, deixou os dois aparelhos embaixo de uma lâmpada aquecedora, a qual esquentou gradativamente e aumentou a temperatura dos celulares da mesma forma. Foram utilizados dois tipos de termômetros para aferição. E as notificações apareceram em ambos smartphones, quando a temperatura superou os 50ºC. Muito embora, os fabricantes já indiquem que os danos começam a partir dos 35ºC.

Quais são as contra medidas?

No verão, não tem jeito, então aí vai nossa primeira dica: deixe-o em bolsa térmica quando estiver ao sol, ou algum tecido que impeça a penetração do calor. No carro, deixe o bocal do ar condicionado virado para o aparelho se possível, pois o console do carro, sofre com esse aquecimento todo.

A segunda dica é sempre carregar seu celular sem a capinha de proteção, acredite, o acessório pode aumentar ainda mais a temperatura do aparelho. E sempre verificar que o carregador seja compatível com o aparelho, evitando assim a diminuição da força/ potência, evitando o superaquecimento durante a recarga do dispositivo.

E a terceira dica é usar uma ventoinha, como os coolers de notebooks, sabe? Tem diversos modelos para diferentes aparelhos, que são facilmente acoplados na parte traseira do dispositivo. Esse acessório pode ser utilizado combatendo diretamente o superaquecimento, o que pode acontecer durante gravação em vídeo com alta resolução Full HD ou 4K.

Fonte: The Wall Street Journal e Olhar Digital

0Jp_post

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário