Como não se tornar um acumulador em casa

Quando em sua casa, fica difícil se locomover, ou mesmo encontrar o que precisa com facilidade. Talvez seja hora de abdicar de alguns itens. É uma sequência de “eu ainda vou usar”, ou “ainda funciona”, ou ainda ” ainda não usei, mas vou em alguma ocasião”… que acaba tornando muito comum, os acumuladores, principalmente nos pequenos apartamentos disponíveis no Japão.

A personal organizer Miku-san, que trabalha, passou 4 coisas que você deve eliminar, logo que identificado. Vamos a elas.

1 – Comida vencida

Ingredientes abertos há um tempo consideravel (acima de 30 dias), sem um correto armazenamento e/ou fora da validade devem ser descartados. Os alimentos fora da validade, dai vale para itens de armário, geladeira e freezer devem ser descartados. Faça uma revisão completa, pois eles podem ser aqueles que te deixarão com uma baita dor de barriga, no melhor dos casos. E fora isso, dê uma conferida em produtos de higiene pessoa e limpeza em geral.

2- Itens de papelaria sem uso

Cadernos que já foram usados, mas nunca mais consultados, ou blocos de notas sem uso, arquivos transparentes, e até mesmo canetas esferográficas, que recebemos como brindes. Se não está em uso, elimine-os. Jornais e revistas armazenados sem uma intenção e nenhum cuidado, também devem ser descartados. Bem como informes publicitários, que no Japão ainda se usa muito. Se não é do interesse, já descarte.

3- Já se passou um tempo e não usei

Eletrodomésticos que você não usa há mais de 3 anos, utensílios domésticos, roupas que não usa mais e até mesmo futons (colchonetes japoneses para dormir) que armazena para receber um convidado, algum dia. Taí uma boa chance de não usar mesmo que no futuro! Liberte-se deles. Se precisar algum dia, terá opção de alugar.

4- Coisas que esqueci que tinha

Em suas prateleiras existem caixas armazenadoras, que você nem sabe mais o que guarda ali? Está na hora de rever, e avaliar a importância de manter esses itens. Itens esquecidos, nos remete a algo que podemos viver sem. Se for algo que precisa, use-o, ou se for importante, deixe em lugar que possa vê-lo para lembrar que tem. Se for esse o caso, use etiquetas nas caixas para lembrar do conteudo que está ali.

Como definir o que é necessário do desnecessário.

Ao organizar suas coisas, se tem itens que fica em dúvida, principalmente quando se trata de lembranças, você ficará preso ali. Então o melhor é começar sua organização, com itens mais fáceis, em que julgue com clareza se é ou não, necessário. E a partir dali, vá classificando e eliminando. Lembre-se que para ficar bonito, tem que bagunçar! E depois de todo processo de organização, a sensação de leveza, de morar em um ambiente confortável, será sua recompensa.

No Japão é comum as pessoas se mudarem, em busca de empregos melhores, e tendo isso em mente, uma casa mais organizada ajudará inclusive a ter uma tranquilidade maior quando a decisão de mudança chegar. 😉

Fonte: Yahoo

INSTA_POST

Relacionado (a) Postagens

Deixe um comentário